Escolha uma Página

Para fechar um negócio ou uma venda é preciso saber ser bem convincente e persuasivo. A persuasão nada mais é do que uma habilidade baseada em seu poder de influência sobre determinadas situações e pessoas. É a sua capacidade de convencer alguém a comprar o seu produto ou a tomar uma decisão que você queira.

Com o mercado cada vez mais competitivo é extremamente necessário saber usar o poder de persuasão nos seus negócios.

Ser persuasivo não é uma característica que nasce com algumas pessoas, muito pelo contrário, é uma habilidade que pode ser desenvolvida por todo mundo.

Neste artigo reunimos algumas dicas de como ser persuasivo. Confira!

 

Mostre o valor do que você oferece

 

Faça a pessoa que você está tentando convencer enxergar primeiro os benefícios do que oferece, de sua proposta, serviço ou produto. Sua proposta pode ser muito atraente, entretanto se não apresentar um forte valor e não tiver benefícios claros, é possível que a pessoa procure soluções em outras locais e empresas.

 

Saiba como apresentar seu produto

 

Existem inúmeras empresas que têm grande destaque em vendas no mercado, embora não ofereçam preços baixos ou produtos de alta qualidade, elas se destacam por saberem apresentar o que vendem de forma convincente.

Um estudo de 1999 conclui que vendedores de bloco de notas ao tentarem vender seu produto da seguinte forma: “8 blocos por 3 dólares”, apenas 4 em cada 10 pessoas compravam. Já quando falavam que: “são 8 blocos por 300 centavos, uma pechincha!”, o número de vendas dobrava.

 

Conquiste a confiança das pessoas

 

Estudos comprovam que as pessoas costumam simpatizar com outras que agem como ela, com seus trejeitos e gestos, por exemplo. Isto gera empatia e cria uma confiança da pessoa que você está tentando persuadir.

Obviamente, é preciso saber ponderar ao utilizar essa técnica, afinal você quer ser persuasivo e não parecer que está agindo com a sombra da pessoa.

 

A velocidade da fala

 

Dependendo de como sua mensagem está sendo recebida, o seu tom de fala deve sofrer alterações. Por exemplo, quando o que você fala está sendo bem recebido é aconselhável falar pausadamente para que o outro possa conseguir absorver de forma mais clara o que está sendo falado. Já se a pessoa discordar muito de seus argumentos, é aconselhável falar mais aceleradamente, assim, ela não terá tanto tempo de criar objeções.

É claro, que ao utilizar esta técnica também é preciso ter bom senso.

Essas são apenas algumas dicas de técnicas de persuasão que você pode utilizar para convencer seus clientes, fechar parcerias, entre outras situações sociais.
Como dissemos no começo do artigo, para ser persuasivo é preciso treinar bastante estas técnicas e colocá-las em práticas no seu dia a dia.

%d blogueiros gostam disto: